Especial Dia das Mães

/ A maternidade pode afetar o cabelo? /

Antes de tudo, saiba que SIM,

a maternidade pode afetar o cabelo de várias maneiras devido às mudanças hormonais, físicas e emocionais que ocorrem durante a gravidez, parto e pós-parto. Mas calma, elas também são temporárias e geralmente se resolvem com o tempo, tá?  Vamos entender algumas ligações!

/ Queda de cabelo

Algumas mulheres experimentam uma queda excessiva de cabelo devido a uma mudança nos níveis hormonais. Durante a gravidez, os níveis de estrogênio aumentam, o que prolonga a fase de crescimento do cabelo e reduz a quantidade perdida. Após o parto, os níveis hormonais voltam ao normal e o cabelo, que deveria ter caído durante a gravidez, agora cai em um curto período de tempo.

/ Alteração na textura

Virou mãe e notou que a textura do seu cabelo mudou durante a gravidez e após o parto? Isso pode incluir cabelos mais grossos, mais finos, mais secos ou mais oleosos do que o normal. Essas mudanças geralmente são temporárias e podem ser atribuídas aos hormônios.

/ Deficiências nutricionais

A gravidez e a amamentação podem exigir um aumento na ingestão de certos nutrientes, como vitaminas e minerais. Se uma mulher não estiver recebendo nutrientes adequados em sua dieta ou através de suplementos, isso pode afetar a saúde do cabelo.

/ Estresse

O estresse excessivo durante a maternidade pode levar à cabelos mais frágeis e propensos a quebra.

Esperamos que a gente tenha trazido algumas causas relevantes relacionadas aos cabelos e a maternidade (e que elas tenham te ajudado a entender o motivo de ambos estarem interligados). Mas e aí, você que já passou por essas fases também notou algumas mudanças em relação aos seus fios?  E como você lidou com isso? Vale a reflexão!