Queimaduras de sol: exagerou no bronzeado! E agora?

Você ficou horas deitada na canga e, no final de contas, conquistou o tom vermelho-pimentão? A falta de proteção solar pode acarretar em uma série de problemas para a pele, que vão desde a incômoda ardência e envelhecimento precoce até o câncer de pele. Descubra como cuidar da pele se você passou do ponto na hora de se bronzear com as dicas abaixo:

Como tratar queimaduras do sol: água termal para acalmar
Queimou a pele e está sofrendo com a ardência? Calma! Borrife água termal por toda a região afetada. Esse poderoso líquido tem ação calmante e alta capacidade de hidratação. Rica em elementos minerais como ferro, selênio, zinco e silício, que ajudam a restabelecer o manto lipídico da pele. 

Muita, muita hidratação!

As dores da queimadura podem ser aliviadas com um banho de água fria, assim como compressas feitas com leite frio. Consumir bastante líquido também ajuda a reduzir a temperatura corporal. Cremes hidratantes e pós-sol também ajudam muito! 

A boa notícia é que todos os produtos Vizcaya contém água termal na fórmula. Os cremes da linha Sensations e da linha Aqua são perfeitos para repor a hidratação da pele enquanto acalmam peles sensibilizadas.

                   Linha Hidratante Sensations

 

Protetor solar é lei
Vai se expor ao sol? Então o uso de protetor solar é obrigatório! Para o corpo, prefira produtos com FPS acima de 30. Para o rosto, esse número deve subir para 50. Também não se esqueça de reaplicar o protetor solar sempre que mergulhar e de acordo com o intervalo de tempo indicado no rótulo do produto. Use sempre chapéus, bonés e óculos com proteção UV. E, para completar a lista de cuidados, evite se expor ao sol entre 11h e 15h, quando o sol está mais forte.



Procure um dermatologista!
As queimaduras podem ser consideradas de primeiro, segundo ou terceiro grau. Apareceram bolhas ou você ficou com febre após se queimar no sol? Melhor procurar um médico especialista. Queimaduras com bolhas são suscetíveis à infecção. Por isso, todo cuidado é pouco!

Deixe uma resposta