3 penteados que estão em alta para testar hoje mesmo

Está cansada de sair por aí com os cabelos sempre do mesmo jeito? Sem problemas! Garimpamos três ideias de penteados simples de fazer e que estão super em alta. Escolha o seu preferido e já para a frente do espelho!

Penteados que estão em alta: meio rabo de cavalo, charmoso e sem truques

 

Foto: Reprodução / @hannahhagler

 

Que tal um look charmoso e super prático para aquela saída durante o final de semana?

O meio rabo de cavalo, ou half ponytail em inglês, é bem fácil de fazer e deixa o look instantaneamente mais interessante. Depois de lavar e secar os fios, prenda a parte de cima dos cabelos em um rabo de cavalo.

Então, prenda uma bandana em volta dos fios presos para arrematar e… Prontinho

Penteados que estão em alta: cacheado de arrasar com turbante + coque abacaxi

 

Imagem: Reprodução / @curlswithcoral

 

O coque abacaxi ganha mais vida quando combinado com o turbante. Gostou? Para reproduzir é simples: prenda os cabelos em um rabo de cavalo bem alto, no topo da cabeça, sem apertar muito.

Posicione os cachos na frente da cabeça. Quanto mais volume, melhor.

Finalize amarrando o turbante. Um penteado incrível em poucos minutos!

Penteados que estão em alta: rabo de cavalo super alto

 

Foto: Reprodução / @marcosproencaoficial

 

Fácil de fazer e longe de ser básico, o rabo de cavalo super alto deixa qualquer look mais interessante.

Melhor: pode ser usado em diferentes ocasiões, do trabalho àquela festa de casamento da sua prima. Para reproduzir o look em casa, primeiro lave os cabelos e faça uma escova modeladora.

Então, puxe os cabelos para o alto, deixando uma mecha solta na nuca. Prenda com um elástico da cor dos fios. Agora, enrole a mecha solta sobre o elástico e prenda com grampos. Modele ondas com a ajuda de um modelador para cachos.

Finalize usando um óleo para reparar as pontas. O Sérum Evolution contém óleo de ojon, óleo de argan e vitamina E e proporciona super brilho, controle de frizz, reparação dos fios, redução de pontas duplas e proteção térmica.

 

 

Deixe uma resposta