BLOG DA VIZCAYA / Dicas  / Poluição: como prevenir o envelhecimento precoce da pele e dos cabelos?
22 mar

Poluição: como prevenir o envelhecimento precoce da pele e dos cabelos?

Não é apenas o sistema respiratório que sofre com a poluição, não. Em ambientes com resíduos tóxicos, a pele e os cabelos também ficam mais sensíveis aos danos causados pelos radicais livres, resultando na aceleração do envelhecimento precoce. Para te ajudar a lidar com o problema, elaboramos um guia com a ajuda da médica dermatologista Thatiana Blumenberg com  tudo o que você precisa saber para reduzir o impacto da poluição na pele e combater o envelhecimento precoce. 

 

Os efeitos da poluição na pele

Você já se perguntou se as doenças de pele e envelhecimento precoce podem ter a ver com a poluição? De acordo com a dermatologista Thatiana Blumenberg, a poluição é sim um tipo de agressão externa para a pele, assim como a radiação, luz visível, a má alimentação, o tabagismo e a falta de sono. A poluição potencializa os sinais de envelhecimento da pele, como manchas, flacidez e perda de luminosidade. “Essas agressões ambientais que acumulamos ao longo da vida, somadas às respostas individuais de cada organismo, aumentam a produção de radicais livres. Isso acarreta no envelhecimento da pele”, explica a especialista. 

 

Resíduos tóxicos como monóxido de carbono, dióxido de enxofre, óxido de nitrogênio e chumbo são exemplos de partículas de poluição prejudiciais à pele. “Ao entrar em contato com essas substâncias, a pele diminui a produção de antioxidantes e aumenta o estresse oxidativo, gerando mais radicais livres, o que está relacionado diretamente com o envelhecimento precoce da pele”, explica Thatiana. Peles sensíveis, como peles com rosácea, costumam sofrer ainda mais com os danos causados pela poluição, porque possuem uma barreira protetora mais frágil. 

 

Poluição digital: atenção para o uso de computadores e smartphones

Se você já viu por aí protetores solares para luz azul, sabe que a poluição digital também pode danificar a pele. “A luz azul faz parte da luz visível, responsável pela claridade”, explica a dermatologista. “Ela é proveniente dos raios solares ou de aparelhos digitais, como smartphones, tablets e computador, e pode promover o aumento da pigmentação da pele e o surgimento de manchas“, completa. 

 

Protetor solar: prevenção é a palavra-chave

Para prevenir os danos causados pela poluição na pele, a melhor maneira é usar protetor solar todos os dias, independentemente da época do ano e até mesmo em ambientes fechados. “O protetor solar deve ser usado diariamente, de preferência associado ao uso de antioxidantes e probióticos que façam uma barreira na pele”, explica Thatiana. “Assim, é possível minimizar a degradação do colágeno e da elastina, além de evitar a formação de manchas, deixando o rosto mais jovem por mais tempo”, finaliza. 

 

Como reverter os danos causados pela poluição

Para reverter os danos causados na pele pela poluição, a especialista indica uma boa rotina de higiene diária de acordo com as necessidades de cada pele, além de cuidados que aumentem a barreira protetora e a elasticidade. “Isso inclui o uso de filtro solar, antioxidantes orais e tópicos, além de peelings e estímulo de colágeno para diminuir os danos na elasticidade da pele”, diz Thatiana. 

 

Como escolher o produto certo contra a poluição?

Escolha produtos com vitamina C, vitamina E e ação antiglicante. “A proteção solar deve ser com espectro (UVA, UVB, Luz Visível E Infravermelho). Opte também por produtos com ativos probióticos, ácido hialurônico e ceramidas, que melhoram a barreira da pele”, recomenda a médica especialista. 

 

Cabelos: como prevenir e tratar os danos da poluição

 

Assim como a pele, os cabelos também sofrem os danos causados pela poluição. Partículas de fumo e poluição gasosa resultam na inflamação nos folículos capilares e, consequentemente, em irritação, caspa, produção excessiva de sebo e até queda capilar.  

 

Para prevenir os danos causados pela poluição nos cabelos, higienize muito bem os fios com frequência. O Shampoo Deep Cleansing, de Vizcaya, é um ótimo aliado para essa tarefa. O shampoo de limpeza profunda é responsável por remover os resíduos de poluição e sujeira, evitando que se acumulem no couro cabeludo.

 

Para criar uma barreira protetora nos cabelos, invista na linha Extreme Repair. Com shampoo, condicionador e máscara de tratamento, os produtos da linha  são ricos em óleo de patauá e água termal, e reparam profundamente os fios – principalmente cabelos que sofrem com a química.

Sem Comentários

Deixe um Comentário