Oleosidade excessiva: 5 hábitos que vão livrar seu cabelo deste problema

cabelos longos soltos ao vento

À primeira vista, a oleosidade excessiva é um problema difícil de resolver, já que a produção exagerada de oleosidade pelas glândulas do couro cabeludo pode ser uma questão genética ou causada por questões externas. A boa notícia é que algumas mudanças no dia a dia podem te ajudar a lidar com o problema de maneira simples e sem transformar drasticamente sua rotina de cuidados. Quer ver?

O primeiro passo é aceitar que o sebo produzido pelo couro cabeludo não é de todo o mal, acredite. Isso porque a oleosidade produzida pelo corpo cria uma película protetora nos fios, protegendo-os da ação do vento e do calor. Em outras palavras, é essa oleosidade que evita que os cabelos fiquem ressecados.

Contra a oleosidade excessiva: escolha o shampoo certo

Prestar atenção nos produtos que usa diariamente é uma maneira inteligente de lidar com a produção exagerada de sebo no couro cabeludo. Comece analisando o seu tipo de cabelo. Fios oleosos pedem shampoos específicos.

Shampoo Cabelos Oleosos

O Shampoo Vizcaya Botanique Cabelos Oleosos, rico em extratos de alecrim, pimenta e água termal, é ideal para controlar a oleosidade excessiva e pode ser usado diariamente. Experimente!

Condicionador só nas pontinhas

Não faz mal lembrar: nunca aplique condicionador ou máscara na raiz dos cabelos. O acúmulo de produto nessa região entope o bulbo capilar e prejudica o crescimento dos fios. Para piorar, os cabelos ainda ganham aspecto “sujo” e sem brilho.

Mulher ensaboada cara de preocupada

De olho na temperatura do chuveiro

Nada de lavar os cabelos com água quente! Prefira água morna ou fria durante o banho. É que a água quente remove o sebo produzido naturalmente pelo corpo e faz com que ele produza ainda mais sebo – o famoso efeito rebote. Ou seja, estimulando a produção oleosidade excessiva.

Cuidado com o finalizador

Evite aplicar produtos finalizadores no couro cabeludo – uma vez que isso entope os folículos capilares e pode prejudicar até no crescimento dos cabelos. Caso a oleosidade excessiva seja um problema genético, o indicado é procurar um dermatologista para aconselhar o melhor tratamento, ok?

Mulher secando cabelos longos

Use moderadamente o secador

O uso do secador muito perto da raiz dos fios também é prejudicial. E o motivo é muito simples: o calor do ar quente estimula a produção de sebo, abre as cutículas do cabelo e causa ressecamento. Evite usar a opção mais quente e opte pelo jato de ar morno ou frio para secar os cabelos. Dessa maneira, as cutículas dos fios se manterão fechadas e o cabelo ainda ganhará mais brilho.

Invista em um shampoo antirresíduos

Se a oleosidade excessiva já te incomoda, o shampoo antirresíduos deverá ser o seu maior aliado. O produto remove as impurezas da raiz e do comprimento, deixando os fios com aparência mais leve e limpa.

Aplique o shampoo antirresíduos uma vez por semana e não deixe de usar máscaras hidratantes ou nutritivas após a limpeza. Para essa tarefa, aposte no Shampoo Vizcaya Deep Cleansing, capaz de remover completamente as impurezas sem agredir os fios. Eficiente contra a oleosidade excessiva, o shampoo contém extrato de mirra, com função adstringente e antisséptica.

 

1 comentário em “Oleosidade excessiva: 5 hábitos que vão livrar seu cabelo deste problema”

  1. Eu já usei essa linha para cabelos oleosos, cosenguia ficar 2 dias sem lavar o cabelo.
    O bom da linha botanique é que todos os shampoos da linha deixam o cabelo bem limpinho.
    Não sabia que a água quente ajudava para aumentar a oleosidade dos fios, mudando de temperatura em 3,2,1.

Deixe uma resposta para Bruna Debiagi Cancelar resposta